Busca:
Home
Saiba como proteger as crianças das doenças causadas pelas baixas temperaturas do inverno PDF Imprimir E-mail

A pediatra da Pro Matre Paulista, Carla Verri Bigoni, dá dicas essenciais para os pais protegerem as crianças dos vírus nesta época do ano

Doenças respiratórias são comuns no inverno, pelo simples motivo das pessoas ficarem aglomeradas em lugares fechados e mal ventilados, facilitando a transmissão de vírus e bactérias. O quadro se agrava ainda mais com a queda na umidade do ar que leva a um aumento dos poluentes, por isso os bebês, que já possuem a imunidade mais baixa que os adultos, estão mais suscetíveis a serem acometidos por esses incômodos e os pais devem tomar alguns cuidados para prevenir que as crianças adoeçam.

De acordo com a pediatra da Pro Matre Paulista, Carla Verri Bigoni,nesta época do ano todos os quadros respiratórios têm aumento drástico na incidência, principalmente, rinite, sinusite, asma, gripes, pneumonia, resfriados, conjuntivite e amidalites. “As principais complicações são em casos de bronquiolites, pneumonias, infecções de ouvido e insuficiências respiratórias” conta.

A especialista ainda reforça que adultos precisam ficar atentos aos cuidados gerais e repouso e dá algumas dicas importantes. “Com a chegada dessa época do ano, a primeira providência é lavar tudo que está guardado, para eliminar os ácaros: casacos, cobertores e edredons. Além disso, é bom evitar grandes aglomerações, pois isso favorece a transmissão do vírus da gripe, por exemplo”, conta a doutora Carla.

Também é imprescindível manter os ambientes limpos e arejados, lavar sempre as mãos e aumentar a umidade dos ambientes, seja com umidificadores ou panos molhados.

Confira abaixo outras dicas da especialista:

- Os pais devem sempre ficar atentos quando as crianças apresentarem febres prolongadas, dificuldades respiratórias, amídalas inflamadas, inchaço nos lábios e olhos, dores de cabeça, secreção no ouvido e qualquer queda no estado geral. Sempre que a criança apresentar qualquer sintoma deste tipo, os pais devem levá-la ao médico.

- Os aquecedores podem alterar a qualidade do ar, deixando-o mais seco. “Portanto, uma dica importante é umedecer o ambiente com toalha molhada quando estiver utilizando o aparelho”, conta a doutora Carla.

- Com o aquecedor, as vias aéreas ficam mais ressecadas, facilitando a entrada de vírus, bactérias e outras partículas, portanto é sempre bom utilizar umidificador junto com aquecedor e não deixar os dois aparelhos ligados o tempo todo.

- Evitar locais fechados e com muitas pessoas, pois isso favorece a transmissão de diversos vírus.

- Os bebês acima de seis meses devem tomar a vacina contra a gripe Influenza.

- Higiene nasal e inalações com soro fisiológico se mostram eficazes para aliviar os primeiros sintomas e fazem uma prevenção adequada das doenças de inverno.

- É importante ingerir líquidos, manter-se agasalhado, evitar variações bruscas de temperatura e aumentar o consumo de vitamina C, principalmente por meio do consumo de frutas como acerola, laranja e limão.

Mais informações sobre a instituição podem ser obtidas em http://www.promatresp.com.br/.

Maternidade Pro Matre Paulista: Com 80 anos de tradição, a Maternidade Pro Matre Paulista é referência em neonatologia, gestações múltiplas e de alto risco, bem como em saúde integral da mulher. Desde 2000, a instituição é parte do Grupo Santa Joana, maior conglomerado privado de maternidades da América Latina. UTIs Neonatal e Adulta, especializadas e apoiadas em profissionais qualificados e recursos tecnológicos de ponta integram alguns principais atributos da Pro Matre Paulista. A Maternidade é certificada pela Joint Commission International (JCI), o mais importante órgão certificador do mundo. Outro importante reflexo da valorização à humanização é o Espaço Vida da maternidade, um ambiente acolhedor que permite a integração entre família e a gestante no momento do parto.