Busca:
Home Livros Fazer o bem, pra quem?

Newsflash

#partiucozinhar

Leiturinha lança coleção com receitas para fazer em família composta por três livros temáticos, avental infantil e surpresas que irão ajudar pais e filhos a mergulharem no universo culinário.

Leia mais...
Curso de Teatro Sura Berditchevsky

A atriz e diretora abrirá duas turmas aos sábados para crianças e adolescentes no Jardim Botânico.

Leia mais...
Carnaval do Zé Tubarino

Com direito a marchinhas e atividades para a criançada, matinê do mascote volta ao AquaRio neste fim de semana, 24 e 25 de fevereiro.

Leia mais...
Aviso Teatro

Últimas apresentações. A temporada dos espetáculos 'A fada que tinha ideias', 'Manaká Passarinheiro', Chapeuzinho e o Lobonzinho', 'O Mágico de Oz' e 'A Rainha do Gelo'e 'Alice, Uma aventura Musical' termina neste fim de semana.

Leia mais...
Fazer o bem, pra quem? PDF Imprimir E-mail

Fazer o bem para quem?Solidariedade e amor ao próximo são temas de novo livro infantil do autor Marcos Ribeiro. Publicado pela Editora Moderna, obra reúne histórias reais e propostas práticas de ações solidárias.

No livro, a matemática tem outro resultado: quem divide tem uma soma final maior, aprende com as atitudes de fazer o bem e conclui que todos nós dependemos uns dos outros e podemos ser solidários com quem precisa. O título traz exemplos reais de pessoas altruístas que saíram da teoria e foram para a prática, transformando a vida de muita gente, como uma avó no Rio de Janeiro que doou um rim para o neto que fazia hemodiálise, e também uma menina de 13 anos do Povoado de Serrote, no sertão baiano, que montou a única biblioteca da cidade.


Entre os belíssimos casos coletados por Marcos Ribeiro há, também, a trajetória do menino Zullaê, de 13 anos, que cuida de mais de quarenta gatos em Campo Grande (MS), e a história do músico Adriano, que teve uma infância pobre em Itaguaí, município do Rio de Janeiro, e hoje faz o bem para mais de 200 crianças e adolescentes com suas aulas gratuitas de violino. Alguns, inclusive, moram em uma ilha, o que faz o professor pegar um barco para encontrar com os alunos.
O leitor também encontra no livro outras histórias e propostas práticas de ações solidárias que prometem inspirar os leitores ao mostrar a alegria da generosidade, do quanto se ganha com a solidariedade e como se doar ao próximo enobrece a própria alma.

Fazer o bem, pra quem? tem o prefácio da educadora Glória Graçano e contracapa assinada por um menino de 11 anos, aluno de uma escola pública do Rio de Janeiro que sonha ser escritor. Assim, o livro começa a fazer o bem para o menino Luiz Guilherme Lopes que publica o seu primeiro texto.