Palavra de especialista
O ócio criativo na infância Publicado: 18 Maio 2018 | Última Atualização: 24 Setembro 2018

Educadora infantil dá dicas para tornar o “não fazer nada” em momentos mais produtivos

Quantas vezes você sentiu culpa por não brincar com seu pequeno?  Sem culpa! O ócio também tem sua importância pedagógica cognitiva para as crianças. A educadora infantil Camila Queres, do canal CriaMinha,  fala um pouco sobre o tema e dá algumas dicas para tornar esses momentos mais  calmos, produtivos e pedagógicos:

Você não precisa entreter o seu filho o tempo todo. O período que ele está sem fazer nada, é quando ele explora as habilidades criativas, a linguagem oral e as próprias preferências. É um momento de autoconhecimento.

Combine seu horário de ócio com do seu pequeno. Nem sempre a gente está a fim de contar uma história, pular, correr, de brincar de massinha etc. Esses momentos são importantes tanto para você quanto para ele.

Nada de ser pai helicóptero, de ficar sobrevoando e dando instrução o tempo inteiro. Na hora da brincadeira autônoma, deixe seu filho livre, sem coordenadas. É importante que ele tome a própria decisão e aprenda a descobrir suas preferências.

Nada de TV e de outros eletrônicos como Ipad e celular. A ideia é que esse tempo de ócio não tenha a interferência de eletrônicos para que seja mais criativo e proveitoso para a criança.

Crie na sua casa um verdadeiro baú do tesouro. O que é um baú do tesouro? Um espaço onde você tem brinquedos não estruturados, objetos cotidianos que vão servir de ferramenta para construção de histórias, como exemplos a panela que vira o chapéu de pirata, a colher que vai virar a farinha de condão, entre outros. São objetos que vão ser ressignificados e ajudar seu filho a explorar o faz de conta.

 

Sobre Camila Queres -  Idealizadora do berçário escola Toddler Desenvolvimento Infantil , a educadora infantil Camila Queres trabalha há mais de 15 anos na área de educação. É formada em Letras pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) e tem pós-graduação em Gestão e Educação. Entre os colégios que atuou estão a Escola Britânica do Rio de Janeiro e a Chapel School, em São Paulo. Hoje, além de comandar o berçário escola Toddler Desenvolvimento Infantil, faz a gestão do berçário corporativo da Unilever. Também é mãe de Bento (2 anos) e de Joaquim (1 ano).