Busca:
Home

Newsflash

Festa do Peão

Rancho do Peãozinho reúne diversas atrações para o público infantil durante a Festa do Peão de Barretos.

Leia mais...
Rio Design Barra terá Espaço de Leitura

Turma do Instituto Rogerio Steinberg participa da inauguração do espaço.

Leia mais...
Dora no Teatro

Último fim de semana. Dora e os amigos Beni e Isa vão tentar realizar uma festa surpresa para o seu amigo “BOTAS” o macaco.

Leia mais...
Aviso

Thermas dos Laranjais terá tarifa especial em agosto. Parque tem mais de 50 atrações, incluindo a maior montanha-russa aquática do Brasil e a única pista de surfe 180° do país.

Leia mais...
Crianças de férias: como diverti-las sem gastar? PDF Imprimir E-mail

Professores de Pedagogia e Educação Física da Anhanguera dão 10 sugestões de atividades

As férias escolares contagiam e animam as crianças, mas também representam um grande desafio para os adultos: Como entretê-las no período antes ocupado pelos estudos?

A falta de recreação no recesso escolar pode estimular o sedentarismo, na análise da coordenadora de Educação Física do Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande, Ana Priscila Cayres, o que prejudica a saúde e o desenvolvimento infantil. "A criança deve estar brincando, jogando, preferencialmente, em atividades coletivas. Estar entre amigos, sem stress, com dinâmicas cheias de energias e de criatividade ajudarão no retorno ao período escolar mais proveitoso, " considera a especialista.

Para a coordenadora do curso de Pedagogia, Erika Karla Barros da Costa, esse momento também deve ser ocupado por brincadeiras educativas e que envolvam toda a família, uma oportunidade de reforçar os laços afetivos. "Como a época de julho nem sempre é propícia para viagens, os adultos (pais, mães e responsáveis) precisam organizar momentos de lazer dentro de casa, esquecendo as longas horas em frente à televisão, do computador, do smartphone e dos jogos de videogame", aconselha a professora.

Os dias de férias podem ser marcados pela aprendizagem e pelo divertimento, sem gastos exorbitantes. Para isso, use a imaginação e se inspire nas sugestões dadas pelos especialistas:

Brincar de adivinhar
Distribua diferentes objetos e produtos (arroz, feijão, pedras, lixa, algodão) em alguns recipientes e coloque uma venda nos olhos das crianças. Faça questionamentos como: é duro, é mole, é áspero? Até cada criança descobrir de qual material se trata. Uma segunda versão para esta atividade, é a caixa surpresa. Prepare uma caixa com uma abertura apenas para colocar a mão e insira vários objetos, como tampinhas, pentes, tubos ou lixas. Lacre o recipiente e, com os olhos vendados, faça cada um da turminha escolher um produto e tentar identificar de qual item se trata apena usando o tato.

Acampamento
Monte uma barraca no quintal ou jardim, mas se não possuir uma versão pronta, construa uma cabana com algumas cadeiras, lençóis e mantas dentro de casa. Usando lanternas, é possível criar uma iluminação mais intimista e fazer um clima aconchegante. Aproveite para abastecer a barraca com alimentos, contar muitas histórias e passar uma noite de descontração.

Cinema em casa
Escolha um filme fazendo uma votação para definir o favorito. Envolva as crianças na organização do ambiente, distribuindo colchões, edredons e almofadas no chão para criar um espaço acolhedor e aconchegante. Não se esqueça da pipoca.

Passa balão
No quintal de casa, encha balões com água e separe dois tecidos (com tamanho um pouco menor que um lençol de solteiro, por exemplo) para dois times. "O objetivo da brincadeira é uma equipe jogar o balão de seu pano para o outro e vice-versa; quando o time deixa o balão cair ou estourar, a equipe adversária leva o ponto", explica Ana Priscila.

Fabricando brinquedos
Garrafas pets e outros materiais recicláveis podem se tornar brinquedos, como: boliche, bilboquê, cai não cai, jogo de argola. Na internet há vários tutoriais, moldes e passo a passo de como reaproveitar embalagens de maneira divertida. Além de estimular a criatividade, você estará ensinando-o como cuidar do meio ambiente.

Twister gigante
Separe fitas coloridas, roleta com citação de cores (verde, vermelho, amarelo, azul) e com indicação dos membros do corpo (pé esquerdo, pé direito, mão esquerda, mão direita) lápis/giz e clipe. No chão, faça uma marcação com lápis ou giz usando as mesmas cores da roleta. O objetivo do jogo é se movimentar de acordo com a jogada na roleta (ex. pé esquerdo no verde).

Modelagem
Prepare um pequeno ateliê e coloque a criançada para mexer com argila ou massa de modelar, estimulando a criação de pequenos objetos ou animais. Deixe as peças secarem e depois organize uma seção de pintura dos itens usando tinta guache. Inspire-se e monte uma exposição como um grand finale.

Artista por um dia
Toda adora pintar, por isso, escolha um local em casa e forre o piso com papel kraft ou branco, deixando o chão ser uma grande tela para liberar a imaginação. "É importante lembrar que a tinta usada precisa ser antialérgica", esclarece Erika.

Jogo da velha humano
Posicione nove bambolês formando o tabuleiro do jogo da velha e distribua as crianças em dois times identificados com coletes ou camisetas de cores diferentes. O jogo consiste em preencher os espaços dos bambolês e vence a equipe que preencher uma linha na horizontal, vertical ou inclinada.

Mímica
Em pedaços de papel, escreva nomes de animais, objetos e algumas ações e coloque-os em um recipiente para serem sorteados. O representante deve tirar um papel e fazer a mímica correspondente para que os outros integrantes da brincadeira tentem adivinhá-la. Quem acertar, marca ponto e faz a próxima mímica.