Cultura
Programação CCBB Rj Publicado: 11 Abril 2024 | Última Atualização: 10 Abril 2024

Abril é o mês em que é celebrado o Dia dos Povos Indígenas, data simbólica, mas de grande importância para a preservação da cultura e história dos povos indígenas. Para refletir sobre o assunto, a edição de abril do Clube de Leitura CCBB 2024 traz as autoras Eliane Potiguara e Eliane Brum para conversar sobre seus livros “O vento espalha minha voz originária” e “Banzeiro Ókòto”, respectivamente, escolhidos pelo público para esse ciclo, em conversa com o tema ‘Desenraizados: caminhos e descaminhos indígenas’.
O CCBB Educativo – Lugares de Cultura desenvolve atividades relacionadas à exposição Hiromi Nagakura até a Amazônia com Ailton Krenak no térreo do CCBB e convida o coral da Aldeia Coral da Aldeia Maracanã para uma apresentação no dia 20 de abril, às 12h.

No cinema, inicia Pacino, ampla mostra cinematográfica dedicada ao trabalho do ator Al Pacino, que enche a tela grande com clássicos como a trilogia “O Poderoso Chefão”,

“Perfume de Mulher”, “Um Dia de Cão” e “Scarface”.

O teatro apresenta duas estreias. Os Bruzundangas, primeira adaptação do texto de Lima Barreto de mesmo título para os palcos, com direção de Dani Ornellas e Renato

Carrera e direção musical de Maíra Freitas. E Baseado em uma história real, primeiro monólogo de Paulo Verlings – também responsável pela dramaturgia do projeto.

A Junta Local continua sua temporada com comida boa, justa e local em frente ao CCBB, em mais uma edição no dia 20 de abril na Praça da Pira, para animar ainda mais o feriadão, com inspiração na culinária da Amazônia.

O Centro Cultural Banco do Brasil tem muitas atividades para curtir no mês de abril. Um programão para toda a família!

EXPOSIÇÕES

Entrada gratuita.

HIROMI NAGAKURA ATÉ A AMAZÔNIA COM AILTON KRENAK? ?

Até 27 de maio

Produzida pelo Instituto Tomie Ohtake (SP), a exposição oferece ao público um recorte de culturas indígenas amazônicas, com imagens produzidas pelo premiado fotógrafo japonês Hiromi Nagakura. O material foi registrado na década de 1990 em cinco viagens feitas à Amazônia, durante as quais visitou áreas Yanomami, Xavante, Krikati, Gavião, Yawanawá, Huni Kuin e Ashaninka, sempre guiado pelo líder Ailton Krenak, curador da exposição
MUNDO ZIRA

Até 13 de maio

A exposição homenageia a obra do cartunista, desenhista, jornalista, cronista, chargista, pintor e dramaturgo Ziraldo, um dos nomes mais importantes do universo cultural brasileiro. Multifacetado e sempre atual, trata-se de um artista que consegue conversar com todas as gerações.??

Em experiência interativa e sensorial, a mostra começa com Flicts, numa sinfonia de cores regida pelo próprio visitante, que também pode dar voz aos quadrinhos do Menino Quadradinho, ficar cara a cara com a Turma do Menino Maluquinho, contracenar com desenhos, caçar palavras cromáticas, brincar de esconde-esconde com a Turma do Pererê, ter todas as cores do mundo na ponta dos dedos e fazer barulho pisando firme em um chão que faz “BOOM”. A expografia convida o público a mergulhar no mundo encantado dos personagens e estimula a criatividade e o espírito lúdico.??

Curadoria: Adriana Lins e Daniela Thomas??

Classificação indicativa: livre

 BIENALSUR – SIGNOS NA PAISAGEM?

Até 13 de maio

Com trabalhos que propõem a necessidade de uma reflexão sobre como o planeta vem sendo modificado, a mostra reúne obras de artistas do Brasil, Argentina, Uruguai, Espanha, França e Arábia Saudita. O evento acontece em 28 países e mais de 70 cidades ao redor do mundo, em todos os continentes.?

Fiel ao objetivo de ser uma bienal diferente – descentralizada, democrática, horizontal e humanista, que aborda os temas do mundo de hoje – a BIENALSUR segue reivindicando o direito à cultura e à diversidade, com exposições e ações focadas em questões ambientais, perspectiva de gênero, construção de narrativas e democracia.?

SIGNOS NA PAISAGEM reúne obras de Rochelle Costi e Dias & Riedweg (BRA); Gabriela Golder e Matilde Marín (ARG); Stephanie Pommeret (FRA); Silvia Alejandra González Soca (URY); Gabriela Bettini (ESP); Sara Abdu, Zhara Al Ghamdi e Hatem Al Ahmad (SAU).?

Curadoria: BIENALSUR, Diana Wechsler??

Classificação indicativa: livre

 ARTES CÊNICAS

Ingressos: R$ 30,00 (inteira) R$ 15,00 (meia-entrada) à venda na bilheteria ou pelo site bb.com.br/cultura

Clientes Banco do Brasil têm direito a 50% de desconto no pagamento com cartão Ourocard.

 MAKEDA - A RAINHA DA ARÁBIA FELIZ?

 Teatro II??

Até 12 de maio?- Sábados e domingos 15h?

Era uma vez uma africana princesa, que do seu trisavô era aprendiz. Por ele educada para uma grande rainha se tornar, dentro de uma pequena tenda ela aprenderia uma grande lição: que por entre universos imaginários conseguiria viajar, se usasse o seu incrível poder de imaginação. Deixado de presente para a pequena Makeda, um velho pergaminho de portal servirá, para lhe apresentar a sua ancestral realeza, vivendo grandes aventuras no Reino Peninsular.

Após a apresentação do espetáculo no dia 4 de abril, haverá bate-papo com presença do autor, diretor e ator.

Duração: 60 min. Classificação indicativa: Livre??

 CLAUSTROFOBIA?

Teatro III?

Até 14 de abril - Quinta a sábado - 19h; Domingo - 18h?

Transitando entre a estranheza e o humor, o espetáculo expõe o isolamento e a alienação da vida urbana atual, através de três histórias entrelaçadas: num prédio empresarial de uma metrópole brasileira, um ascensorista, uma executiva e um porteiro — interpretados por um único ator — criam um microcosmo das relações humanas e sociais do nosso país.

No dia 5 de abril a apresentação contará com libras (sessão acessível).

Dramaturgia e direção: Allex Miranda; direção musical: Maíra Freitas; atores criadores: Graciana Valladares, Lucas dos Prazeres, Romeu Evaristo e Iasmin Patacho

Texto: Rogério Corrêa; direção: César Augusto; atuação: Marcio Vito?

Duração: 60 min. Classificação indicativa: 16 anos?

 DIÁLOGOS COM A PROGRAMAÇÂO - OFICINA CLAUSTROFOBIA

06 de abril - 13h

A estrutura dramática linear clássica, com um protagonista único que passa pelo processo arquetípico da “Jornada do Herói” - onde os obstáculos que o protagonista enfrenta são externos - tem sido subvertida há séculos. Todavia, este modelo de narrativa é frequentemente ensinado como se fosse a única opção do dramaturgo, quando na verdade existem várias. Uma delas é o arquétipo da “Jornada da Virgem”.

Nesta oficina on-line e gratuita, Rogério Correa, autor de Claustrofobia, explora, como na peça, o arquétipo da “Jornada da Virgem”, relacionando-o a uma jornada interna de autorrealização pessoal, desafiando a sociedade e as suas expectativas de conformação.

Inscrições pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 OS BRUZUNDANGAS

Teatro II??

11 de abril a 12 de maio?- Quinta a sábado - 19h; Domingo - 18h?

Nesta comédia satírica musical, quatro atores, cantam, dançam e interpretam suas aventuras no país da Bruzundanga. As palavras de Lima Barreto ganham o palco através da ironia e do sarcasmo, embalados por músicas originais, inspiradas em melodias musicais tipicamente brasileiras, como o samba, o chorinho e o sertanejo. O espetáculo se inspira no teatro de revista e utilizando-se da linguagem criada por Berltod Brecht, apresenta uma dramaturgia fragmentada a partir da visão do narrador central do livro que nos revela, sempre com humor e ironia, impressões sobre aquele país de cem anos atrás, ‘tão parecido' com nosso Brasil atual.

Texto: Lima Barreto; Adaptação: Renato Carrera; Direção: Dani Ornellas e Renato Carrera; Elenco: Dani Ornellas, Renato Carrera, Hugo Germano e Jean Marcel Gatti.

Duração: 90 min. Classificação indicativa: 14 anos

 BASEADO EM UMA HISTÓRIA REAL

Teatro III

21 de abril a 19 de maio - Quinta a sábado - 19h30; Domingo - 18h30

Primeiro monólogo do premiado ator Paulo Verlings – também responsável pela dramaturgia do projeto, narra a epopeia de Agenor, médico legista, que confrontado por uma paixão nada convencional, se vê diante de um dilema ético e moral.

Dramaturgia e interpretação: Paulo Verlings; direção: Carolina Pismel

 Duração: 45 min. Classificação indicativa: 16 anos

 MÚSICA

Entrada gratuita

Retire seu ingresso na bilheteria ou pelo site: bb.com.br/cultura

 MÚSICA NO MUSEU??

Sala 26 (4º andar) – 12h30 – Quartas-feiras??

?O projeto tem por objetivo a formação de plateias e estimular a música de concerto, sendo realizado em diversos museus e centros culturais da cidade. Todas as quartas-feiras no CCBB.?Consulte a programação em www.musicanomuseu.com.br??

 Curadoria: Sérgio da Costa e Silva??

Classificação indicativa: livre

 CINEMA

Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada) à venda na bilheteria ou pelo site: bb.com.br/cultura?

?PACINO

Cinema I?

3 de abril a 6 de maio

PACINO, uma mostra cinematográfica que presta homenagem ao renomado ator Al Pacino. Este evento é uma celebração do talento e da carreira de um artista cujo trabalho tem cativado o público ao longo de décadas. Al Pacino, cuja atuação em filmes icônicos como a trilogia “O Poderoso Chefão”, “Perfume de Mulher”, “Um Dia de Cão” e “Scarface” o tornou um nome familiar, será o foco desta retrospectiva cinematográfica. Esta será uma oportunidade única para os fãs e admiradores assistirem a uma coleção de seus trabalhos mais memoráveis em um só lugar. Mas PACINO é mais do que apenas uma exibição de filmes. Além da retrospectiva, o evento também contará com um debate e um curso, proporcionando uma plataforma para discussões profundas e perspicazes sobre o trabalho de Pacino e seu impacto na indústria cinematográfica.

Confira a classificação indicativa dos filmes e a programação completa em https://ccbb.com.br/rio-de-janeiro/programacao

PROGRAMA EDUCATIVO

1° andar - Quarta a segunda

 O CCBB Educativo - Lugares de Culturas é um programa de mediação cultural, que desenvolve ações para aproximar os públicos da programação em cartaz e do patrimônio cultural do Centro Cultural Banco do Brasil. Visitas Mediadas, Ateliê Aberto e Encontro com Educadores são parte da programação do CCBB Educativo. As ações englobam a participação diversificada, sendo um convite para as comunidades escolares, ONGs, famílias, grupos de terceira idade, pessoas com deficiência, profissionais de arte e cultura, e outros para experimentar, criar e conviver no CCBB.??

 Visita mediada

O CCBB Educativo – Lugares de Culturas convida para as Visitas Mediadas espontâneas à exposição Mundo Zira – Ziraldo Interativo. Uma exposição interativa e sensorial. Composta de grandes painéis projetados com personagens e grafismos do artista que completa 90 anos de carreira com personagens ícones de diferentes gerações. As visitas mediadas acontecem de forma gratuita todos os dias, exceto às terças-feiras.

A retirada de ingressos para visitas mediadas espontâneas com o CCBB Educativo é realizada através do site http://bb.com.br/cultura ou da bilheteria presencial do CCBB-RJ.

E ainda:

Campos de Arte - “Um lugar de encontros”

Térreo

Segundas, quartas e quintas, das 11h às 18h

Sextas, das 11h às 13h e das 15h às 18h

 

Espaço inspirado na exposição Hiromi Nagakura até a Amazônia com Ailton Krenak onde os visitantes serão convidados a registrarem as memórias de um encontro significativo em suas vidas. O resultado irá compor a ambientação e servirá para inspirar na busca por essas lembranças.

 

Dia dos Povos Indígenas

Térreo

20 de abril – 12h

Apresentação do Coral da Aldeia Maracanã

 

Toda a programação do CCBB Educativo é gratuita.?

 

IDEIAS

Entrada gratuita. Senhas distribuídas 1h antes.

CLUBE DE LEITURA CCBB 2024 ??

Biblioteca - 5º andar?

10 de abril – 17h30min - Quarta?

O Clube recebe em abril as escritoras Eliane Potiguara e Eliane Brum e terá como convidado especial o comunicador, empresário e produtor Anápuáka Tupinambá.

Professora, ativista e empreendedora indígena, Eliane Potiguara foi uma das 52 brasileiras indicadas para o projeto internacional "Mil Mulheres para o Prêmio Nobel da Paz" por ter criado a primeira organização de mulheres indígenas no Brasil: o GRUMIN (Grupo Mulher-Educação Indígena). A autora é reconhecida pelo seu trabalho em prol da integração da mulher indígena no processo social, político e econômico no país. Publicou livros infantis e textos, pensamentos e poesias em antologias nacionais e internacionais.

Eliane Brum é jornalista e documentarista, tendo recebido em 2021 o prêmio Maria Moors Cabot, da Columbia University, pelo conjunto de sua obra. É idealizadora, fundadora e diretora de redação da plataforma trilíngue Sumaúma – jornalismo do centro do mundo (sumauma.com), baseada na Amazônia, e colunista da seção internacional do jornal espanhol El País. Publicou 9 livros, alguns deles traduzidos no exterior, em países como Itália, Alemanha, e Espanha, entre outros.

Os livros escolhidos pelo público no Instagram foram?“O vento espalha minha voz originária” (Eliane Potiguara) e “Banzeiro Ókòto” (Eliane Brum).

Curadoria e mediação: Suzana Vargas. Classificação indicativa: 14 anos?

Confira a programação completa do Clube em https://ccbb.com.br/rio-de-janeiro/programacao?

TV Brasil estreia novas atrações infantis na programação Publicado: 14 Março 2024 | Última Atualização: 12 Março 2024

TV Brasil ganha novas produções inéditas. A garotada tem diversão garantida na telinha com a estreia de Gildo e de Minha Casa, Nosso Mundo. Sucesso entre a criançada, a animação nacional O Show da Luna! também estreia sua sétima temporada na emissora pública.