Passeios
Circuito das Águas Paulista: um mundo de atrações no interior de São Paulo Publicado: 18 Abril 2022 | Última Atualização: 15 Abril 2022

Com um clima agradável praticamente o ano todo e uma natureza privilegiada cercada pelas montanhas da Mantiqueira, o Circuito das Águas Paulista é ideal para quem busca um destino para as férias ou apenas uma viagem de fim de semana.

As nove cidades que compõem o circuito são facilmente acessadas a partir da cidade de São Paulo, de Campinas e do sul de Minas – o que vem de encontro com a tendência atual de viagens a destinos próximos, que podem ser feitas de carro, algo observado desde o início da pandemia.

Além disso, o Circuito das Águas Paulista mostra uma grande variedade de atrativos, para todos os gostos e faixas etárias. Quem busca o descanso tem opções no turismo de saúde e bem-estar, como a profusão de fontes de águas com propriedades terapêuticas. Já a adrenalina está presente em diversos parques de aventura e atividades radicais, como o rafting. O circuito apresenta ainda trilhas em meio à mata nativa, roteiros rurais, atrativos culturais e muito mais.

Águas de Lindóia

Águas de Lindóia é conhecida pelas águas termais com propriedades curativas, com turismo voltado para o bem-estar e contato com a natureza. A começar pelo Balneário Municipal, que oferece banhos terapêuticos, outros serviços relaxantes e piscinas abastecidas com água mineral. A qualidade dessas águas ganharam renome mundial e foram constatadas até mesmo por Marie Curie, que visitou a cidade na década de 1920.

As águas também são garantia de diversão no Thermas Hot World. O parque aquático conta com diversos toboáguas, cascatas, jatos d’água, brinquedos infantis e muitas piscinas, tudo isso com águas bem quentinhas. Há ainda atividades radicais e uma estrutura completa.

Amparo

Considerada a capital histórica do Circuito das Águas Paulista, Amparo tem um vasto conjunto arquitetônico de casarões e fazendas da época áurea do café. Em contraste, a cidade também apresenta um lado moderno no Polo Astronômico de Amparo. Dentro de uma área rural longe das luzes e da poluição, é possível ter uma perfeita visualização do céu estrelado. Aberto ao público, tem um observatório astronômico, um planetário, um café e uma trilha ecológica.

O enoturismo também está presente em Amparo. A Vinícola Terrassos apostou na ideia de produzir vinhos finos no interior de São Paulo e encontrou na cidade, em meio à altitude da Mantiqueira, o terroir ideal para isso. A visita à vinícola dá acesso a toda área externa com vista para as montanhas, jardins e vinhedos, com direito a degustação. O visitante pode ainda aproveitar um piquenique nessa bela propriedade.

Holambra

Responsável por cerca de 50% do mercado florista do país, Holambra encanta também por ser um pedacinho da Holanda no Brasil. Um dos principais atrativos é o Moinho Povos Unidos, erguido em homenagem ao aniversário de 60 anos da imigração holandesa na região. Com uma altura de quase 40 metros, oferece um mirante e andares temáticos abertos à visitação. Após a Segunda Guerra Mundial, os primeiros imigrantes holandeses chegaram à antiga Fazenda Ribeirão, onde o município foi fundado. Toda essa história, por meio de um rico acervo com objetos da época, pode ser conferida no Museu Histórico da Imigração.

Já o Parque Van Gogh conta com belas paisagens e muitos atrativos para aproveitar em família, como passeio de pedalinho no lago, aluguel de bicicletas e espaços para caminhadas em meio às árvores. Há ainda simpáticos chalés de madeira de inspiração europeia, onde funcionam lojinhas e cafés.

Jaguariúna

Jaguariúna preserva um patrimônio histórico-ferroviário, com destaque para o trem turístico Maria Fumaça e o Museu Ferroviário. A antiga Estação Mogiana é hoje o Centro Cultural de Jaguariúna. Com vagões preservados, que vieram da Inglaterra na década de 1920, o passeio de Maria Fumaça proporciona uma volta no tempo e atravessa cenários naturais de muita beleza. A viagem segue até a estação Tanquinho, em Campinas, e, em seguida, os passageiros embarcam para o caminho de volta.

Quem prefere um passeio com mais adrenalina vai adorar o Naga Cable Park, onde é possível praticar wakeboard, esqui aquático e outras atividades radicais com manobras na água em um grande lago. O local também conta com o maior parque aquático de flutuantes do Brasil. Esse é o primeiro cable park da América Latina.

Lindóia

Lindóia é mais conhecida por ser a capital nacional da água mineral, mas guarda também muitos atrativos de ecoturismo, esporte e lazer. Um bom exemplo é o Complexo Turístico do Grande Lago, com 260 mil m² de espelhos d’água, alimentados pelas nascentes que afloram das montanhas. O local é muito utilizado para pesca, esportes náuticos e caminhadas. Tem ainda quiosques e espaços para churrasco e piqueniques.

Outra atração imperdível na cidade é o Mirante do Cristo, construído em 1960. Com uma localização privilegiada, permite vistas deslumbrantes para a cidade e a Serra da Mantiqueira.

Monte Alegre do Sul

Em Monte Alegre do Sul, as águas com propriedades terapêuticas brotam em fontes espalhadas por toda a cidade, como a Fonte da Índia e a Fonte Bom Jesus. A cidade conta também com o Balneário Municipal, onde os visitantes podem se beneficiar de banhos de imersão, indicados no tratamento de doenças de pele, artrite e artrose.

Destaque também para o Santuário do Senhor Bom Jesus, o único da região. Projetado pelo italiano Henrique Mondelli, em 1909, o Santuário tem arquitetura neoclássica, com elementos renascentistas e barrocos, inspirada na igreja italiana de Il Gesú, de Roma. Seu interior apresenta pinturas do renomado artista italiano Domenico Rocco. Na Sexta-feira Santa, uma tradição de mais de 70 anos está de volta: o Fecha Corpo consiste em tomar, em jejum, uma dose de cachaça curtida com arruda e guiné, para trazer saúde para o restante do ano.

Os alambiques e adegas na zona rural da cidade também oferecem experiências gastronômicas, com cachaças, licores, doces e outras delícias caseiras, feitas a partir de receitas passadas de geração em geração pelas famílias de imigrantes que construíram suas histórias em Monte Alegre do Sul.

Pedreira

Com belas paisagens típicas da região da Mantiqueira, Pedreira é conhecida como a capital da porcelana, sendo um destino imperdível para compras. A cidade tem centenas de lojas especializadas em peças fabricadas em porcelana, cerâmica, madeira e outros materiais, com preços muito atrativos. As lojas estão concentradas em grandes centros comerciais pela cidade, como o Center Louças. A tradição da porcelana em Pedreira vem do começo do século XX. Com a crise do café, as famílias de imigrantes italianos que moravam ali buscaram outras fontes de renda, dando início à produção de porcelanas na cidade.

Já o Zoobosque de Pedreira ocupa uma área de 33 mil m², com remanescente de mata nativa e diversas espécies da fauna e da flora. O parque abriga animais como a onça-pintada, o tucano, o quati, o macaco-prego e o macaco-aranha.

Serra Negra

Com vocação natural para o turismo, Serra Negra tem fontes de águas minerais usadas para tratamentos de saúde, ótimos roteiros rurais, com cultivo de produtos orgânicos e produção de laticínios, vinhos e cachaças, e opções de compras de produtos em lã, couro e malha. Um dos principais passeios da cidade é o Teleférico, cujo trajeto tem 1.400 metros de extensão e leva até o Pico do Fonseca, a mais de mil metros de altitude e que abriga o Cristo Redentor. O mirante oferece uma vista panorâmica da região.

Para entrar em contato com a natureza, o Bioparque de Serra Negra está inserido no bioma da Mata Atlântica, com a presença de espécies endêmicas ameaçadas de extinção. O parque conta com 28 hectares de vegetação nativa, trilhas interpretativas e ótima infraestrutura. Já do Mirante do Alto da Serra, a 1.310 metros de altitude, é possível admirar uma vista panorâmica de dez cidades da região. O local também tem uma rampa de voo livre.

Socorro

Socorro é conhecida por ser um dos principais polos de turismo de aventura do país. As emocionantes corredeiras do Rio do Peixe são procuradas por turistas de todo o país para a prática de rafting. Há muitos parques que oferecem essa e outras atividades radicais, como o Parque de Aventura Monjolinho, onde é possível curtir ainda arvorismo, tirolesa, escalada, caiaque e muito mais.

Do alto de uma montanha, a Pedra Bela Vista é o local certo para admirar o pôr do sol em Socorro, a partir de um lindo mirante a 1.250 metros de altitude. Além de um visual incrível, o local tem ainda atividades de aventura, como rapel de 98 metros, rock view (que permite chegar até a beirada da pedra, a 100 metros de altura, com equipamentos de segurança), trekking das grutas e arco e flecha. A Pedra Bela tem também espaços gastronômicos. Uma das melhores experiências é o Pan de Palo – moldado em uma haste de madeira, o pão é assado na brasa da fogueira pelos próprios visitantes.

Para saber mais sobre o Circuito das Águas Paulista, acesse: www.circuitodasaguaspaulista.sp.gov.br