Teatro
Felizes para sempre? Publicado: 03 Junho 2019 | Última Atualização: 03 Junho 2019

Inspirado em obra de Sartre, a peça mostra o universo de uma menina que, tomada por sentimentos confusos, decide entrar em uma aventura em um lugar misterioso para tentar mudar algo que parece ser irreversível: a perda de seu pai e a falta que ele lhe fará.

Esse é o mote que guia o espetáculo infantil “Felizes para sempre?”, inspirado no romance do filósofo e escritor francês Jean-Paul Sartre, “Os dados estão lançados”.

Na história, Anaís, que mora numa aldeia e tem uma árvore como sua melhor amiga, entra em um misterioso buraco no intuito de contornar a iminente perda do pai e a saudade que sentirá dele. Na imensidão deste lugar, ela encontra um menino, com quem tem identificação imediata. A amizade entre os dois se intensifica na mesma proporção da ânsia de sair do tal lugar. No decorrer da história, surge uma chance de sair do buraco sob inusitadas condições e os dois terão que agarrar esta oportunidade para poder viver seu final feliz.

Cruzar o universo do dramaturgo existencialista e o mundo lúdico das crianças partiu da cabeça fervilhante da atriz e psicóloga Aline Cruz. Em 2011, época em que se debruçava sobre a obra de Sartre ao mesmo tempo em que era assídua frequentadora de peças infantis com suas filhas, foi pega de surpresa com perguntas capciosas das crianças sobre o tempo de vida e quanto tempo dura o tal “para sempre”, tão falado nos contos de fadas. A peça, dirigida por Thiago Bomilcar Braga e Paula Jardim, joga luz sobre temas como a importância do agora, a finitude das coisas, o valor da família e da amizade verdadeira.

Serviço:
“Felizes para sempre?”
Sessões: aos sábados e domingos, às 16h
Temporada: De 8 a 30 de junho de 2019
Classificação etária: 5 anos
Preço: R$ 40 (inteira) R$ 20 (meia-entrada)
Local: Teatro Maria Clara Machado
Planetário da Gávea
Avenida Padre Leonel Franca 240 – Gávea
Telefone: (21) 2274-7722
Capacidade: 120 lugares 

Ficha técnica:
Texto: Aline Cruz e Thiago Bomilcar Braga
Direção: Paula Jardim e Thiago Bomilcar Braga