Teatro
Vida de cão, coração de herói Publicado: 27 Março 2021 | Última Atualização: 27 Março 2021

Peça infantil sobre o rompimento da barragem de Mariana conta a saga de um cãozinho corajoso que sobreviveu ao rompimento da barragem na região de Mariana-MG e sai em busca de sua família, navegando entre surpresas e aprendizados.

Até 30 de março de 2021, a Cia. Mundu Rodá realiza apresentações gratuitas e com tradução em Libras do espetáculo infantil “Vida de cão, coração de herói”, através do Facebook (www.facebook.com/munduroda) e do Youtube (www.youtube.com/munduroda).

O espetáculo conta a história de um cãozinho vira-lata que em seu “barco” improvisado, o Titanica, vai se aventurar pela lama que cobriu sua casa e toda sua vizinhança para procurar sua família, da qual ele acabou se perdendo durante a fuga. Nessa grande e inusitada jornada, o cão chega ao Rio Doce, onde conhece vários personagens que irão tentar ajudá-lo a alcançar o seu objetivo. Com músicas, animações e um cenário marcante, a Cia, Mundu Rodá se conecta com as crianças neste período de isolamento social para contar uma história de superação, coragem e de muita esperança.

A história é baseada no rompimento de uma das barragens da mineradora Samarco, localizada no município de Mariana-MG, em 05 novembro de 2015. Um dos maiores desastres ambientais ocorridos no mundo, que além de devastar a comunidade rural de Bento Rodrigues com uma avalanche de rejeitos de minérios de ferro, produziu uma lama tóxica soterrou plantas, animais e toda vida aquática por onde passava, chegando até a foz do Rio Doce, invadindo o mar na cidade de Regência, no Espírito Santo.

Serviço:
Quando: de 26 a 30 de março de 2021
Horários: 26 de março (sexta-feira), às 10h e 16h
Dias 27 (sábado), 28 (domingo), 29 (segunda-feira) e 30 de março (terça-feira), às 16h.
Onde assistir: www.facebook.com/munduroda e www.youtube.com/munduroda
Classificação Livre - Grátis
Duração: 60 minutos
Acessibilidade: Tradução simultânea em Libras

Ficha Técnica
Direção: Juliana Pardo | Dramaturgia e Texto: Alessandro Toller | Atuação, Direção e Criação Musical: Alício Amaral