Palavra de especialista
Crianças usando produtos para rejuvenescimento? Especialista alerta para os riscos Publicado: 12 Março 2024 | Última Atualização: 16 Março 2024

Recentemente, viralizou na internet o uso por crianças e adolescentes de produtos anti-envelhecimento, indicados para maiores de 25 anos, para tentar prevenir os efeitos da idade no futuro, mas a Médica Nicolly Machado diz a prática não é indicada.

“A aplicação de produtos rejuvenescedores produzidos para adultos em crianças pode trazer sérios riscos à saúde. Esses produtos, muitas vezes, contêm ingredientes muito concentrados e substâncias químicas que podem ser agressivas para a pele das crianças”.

“Além disso, a sua formulação considera as características da pele adulta, o que pode gerar efeitos colaterais e até mesmo danos permanentes à pele, como dermatites de contato, reações alérgicas, manchas hipercrômicas pós-inflamatórias, bolhas e aumento da sensibilidade cutânea”, explica Dra. Nicolly Machado.

Produtos antienvelhecimento em menores de idade ajudam a prevenir os sinais da idade?

Não há evidências científicas que comprovem que o uso de produtos para rejuvenescimento em menores de idade ajuda a prevenir o envelhecimento da pele, pelo contrário, afirma a Dra Nicolly Machado.

“O envelhecimento da pele é um processo natural, sendo influenciado por diversos fatores, como a genética, exposição solar e cuidados com a pele. Em geral, é aconselhável que crianças e adolescentes concentrem-se em manter uma rotina básica de cuidados, como uma limpeza suave e a aplicação de protetor solar”.

“O uso de produtos contendo ácidos ou substâncias que possam agredir a pele, ou que prometam clarear manchas, não é recomendado para essa faixa etária, a menos em situações específicas e sempre sob orientação e supervisão médica”, afirma.

Como crianças podem cuidar da pele de forma segura?

O uso de protetor solar, produtos mais leves e direcionado a peles jovens, além dos cuidados básicos com a pele são os mais indicados para crianças e adolescentes, destaca a Dra. Nicolly Machado.

“Para menores que desejam cuidar da pele e prevenir danos, o mais recomendado é o uso de produtos mais suaves e produzidos exclusivamente para a sua faixa etária. Também é importante manter uma rotina básica de cuidados com a pele, como limpeza suave com produtos específicos para o tipo de pele, hidratação leve e o uso diário de protetor solar com FPS adequado”.

“Além disso, é importante incentivar hábitos saudáveis, como uma alimentação equilibrada, hidratação adequada e evitar exposição excessiva ao sol sem proteção e sempre consultar o médico para orientações mais específicas”, afirma.

– Sobre a Dra. Nicolly Machado

Médica pós graduada em Dermatologia clínica, estética e cirúrgica, conhecida como Dra. Sem Rugas, é especialista em cuidados dermatológicos e dedicada a promover saúde e beleza para seus pacientes.